Home » Laje » 6 motivos para usar Laje Nervurada em uma obra

6 motivos para usar Laje Nervurada em uma obra


Parte essencial da construção civil, as lajes formam a estrutura plana e horizontal que divide os pavimentos de um projeto. Elas têm a função estrutural de realizar a cobertura, forro ou piso de uma edificação, sendo apoiadas por vigas e pilares.

No mercado de engenharia civil há um grande número de opções para a construção de lajes. Cada um desses modelos oferece benefícios diferentes e implicam em processos distintos.

laje nercvurada

Se no mercado brasileiro o uso de laje maciça domina culturalmente, as últimas décadas viram um grande crescimento do modelo de construção com o uso de lajes nervuradas por suas diversas vantagens que vão desde o início do projeto até o resultado final.

Elas são constituídas por nervuras interligadas por uma capa. O modelo de execução tem capacidade para cargas elevadas e, por utilizar menos material, gera uma obra mais econômica com uma estrutura mais leve.

E apesar de ser uma solução relativamente jovem, principalmente no Brasil, a tecnologia foi utilizada em construções clássicas de gregos, romanos, bizantinos e otomanos.

Já reparou no teto da Última Ceia, o famoso quadro de Leonardo da Vinci? Isso mesmo, uma construção do século I já usava uma estrutura similar às lajes nervuradas!

Laje Nervurada na Última Ceia

Confira então uma lista de alguns dos principais benefícios!

Redução de concreto e aço

O uso da laje nervurada elimina o concreto que não tem função estrutural. Assim, além de deixar a estrutura mais leve, a técnica reduz o uso de concreto e aço em até 40%.

Maior produtividade e agilidade da obra

Um projeto estrutural que executa lajes nervuradas tem leitura e montagem facilitadas. Na montagem do sistema de escoramento, a instalação das fôrmas é realizada nas guias, sem a necessidade de mão de obra especializada.

Laje Nervurada e a produtividade

 

O processo de montagem da laje é prático. A colocação e retirada das fôrmas é rápida, e a armadura é mais simples. Ao final, a obra gera menos resíduos e é mais segura para os operários.

Vãos mais amplos

A laje nervurada viabiliza a execução de vãos de maior envergadura sem que sejam muito onerosos para a estrutura. A laje mais leve permite que os pilares sejam afastados, e por ser de alta capacidade de carga, não sofrem deformações e flechas. A eliminação de pilares e vigas resulta, também, em um ganho de produtividade durante a execução da estrutura.

Obra sustentável

As fôrmas usadas na concretagem de lajes nervuradas dispensam a necessidade de assoalhar. Logo, não se utiliza madeira nas partes moldadas pelas fôrmas. Todo este processo resulta em menor consumo de energia e redução na emissão de CO2.

Redução das fundações

O peso total da edificação em Laje nervurada é em média mais de 15% mais leve que as construções com laje maciça. Dessa forma, os custos de escavação e fundação da edificação são proporcionalmente reduzidos.

Inovação em design de ambiente

Estruturas de lajes nervuradas foram por muito tempo associadas a espaços mais rudimentares, como estacionamento de shoppings.

Contudo, a arquitetura e o design vêm explorando esse tipo de laje para criar ambientes inovadores e aconchegantes, seja para empreendimentos comerciais ou residenciais. A exposição dos elementos da edificação ganhou aceitação popular, se tornando referência.

Arquitetos inovadores que acreditam nesta nova maneira de projetar já foram premiados em seus trabalhos pioneiros.

Laje Nervurada e o design de ambiente

Quer conhecer mais sobre os benefícios de utilizar lajes nervuradas em seus projetos? A Atex é a pioneira da tecnologia no Brasil e oferece 92 tipos de fôrmas de alta qualidade para os mais diversos projetos. Acesse nosso site e confira!

admin
Sobre o autor

1 Comentário

Deixe o seu comentário!