Home » Materiais » 5 problemas comuns em estruturas de concreto e como evitá-los

5 problemas comuns em estruturas de concreto e como evitá-los


O concreto é um dos materiais mais utilizados na engenharia civil brasileira. As propriedades do material, relativamente de fácil uso, já são dominadas pelos profissionais da área. Contudo, problemas sérios podem acontecer à estrutura em questão se ele não for trabalhado propriamente.

Como todo material, o concreto pode sofrer as consequências da degradação, mas existem formas de preveni-las ou de reparar eventuais danos. A chave é a agilidade na reação ao primeiro sinal de problemas. Por isso, é importante é estabelecer uma rotina de inspeções estruturais.

Problemas como descoloração, encolhimento e rachaduras estão entre os mais comuns e pode impactar a estabilidade e a aparência de uma criação arquitetônica.

Por isso, o Blog da Atex preparou uma lista com os cinco principais problemas em estruturas de concreto e um guia de como solucioná-los.

Descoloração

Se o concreto estiver sofrendo descoloração, apresentando nuances de amarelo e marrom, é provável que tenha ocorrido problemas na preparação do material.

A descoloração acontece quando água e adicionada na mistura de concreto durante a obra de maneira equivocada pela equipe envolvida. O efeito pode ocorrer se cimento de diferentes origens ou substâncias como clorato de cálcio forem utilizados no mix.

Descoloração e manchas no concreto

Assim, é importante procurar fornecedores com certificações pelos programas internacionais de controle de qualidade.

Para evitar a descoloração:

  • Confira os níveis de tolerância do fornecedor do mix utilizado;
  • Prepare uma mistura uniforme;
  • Espere toda a água evaporar antes de finalizar a concretagem;
  • Evitar usar espátula de forma bruta no exterior do concreto;
  • Utilizar fôrmas de boa qualidade;
  • Curar o concreto de forma uniforme;
  • Usar o mesmo agente para soltar o concreto das formas;
  • Usar cálcio líquido em vez de clorato de cálcio.

Lixiviação

Outro problema comum é a lixiviação. Ela ocorre quando as superfícies de concreto começam a apresentar avarias por alguns centímetros de profundida e a escamação continua a se expandir.

Lixiviação de concreto

Esse fenômeno tem como causa a inadequação do processo de cura ou o uso de um concreto de capacidade insuficiente. A lixiviação também pode ocorrer devido a infiltrações. Veja como evitar este problema:

  • Terminar a concretagem na hora correta, após evaporação de toda a água;
  • Realizar a cura do concreto adequadamente, sem usar sal ou substâncias químicas;
  • Evitar o uso de betonilha vibrante em concreto de alto slump.

Fissuras

Um dos problemas mais comuns com concreto são as fissuras. Ela acontece quando a superfície apresenta várias rachaduras interconectadas. Mesmo que a resistência do concreto não é afetada, os danos aparecem quando a laje está úmida.

Fissuras no concreto

As fissuras do concreto acontecem quando a paste de cimento chega a superfície e se contrai. Para evita-las, confira os procedimentos:

  • Use concreto de slump moderadamente sem segregações;
  • Não finalize o concreto até evaporar toda a água;
  • Não remover o cimento enquanto a água ainda estiver presente na superfície;
  • Não pingar água sobre o concreto durante a finalização;
  • Se o clima for propício, borrifar água no subgrau, para que ele não absorva a água do mix de concreto;
  • Finalizar com vassoura em vez de uma espátula;
  • Curar adequadamente o concreto para que mantenha a umidade correta.

Trinca

As trincas são talvez o principal problema para uma estrutura de concreto. O fenômeno é semelhante às fissuras com diferença basicamente na dimensão. Segundo a norma NBR 15575, as fissuras apresentam aberturas de até 0,6 mm, enquanto as trincas são definidas por uma abertura maior.

Trinca no concreto

As trincas podem acontecer por efeito da secagem, da temperatura, assentamento do subgrau ou de sobrecargas aplicadas. Em paredes, se a trinca não é estrutural e não causa infiltração de água, pode ser considerada aceitável.

A contração, efeito causador das trincas do concreto, é difícil de ser prevenida, mas pode ser controlada. Veja alguns procedimentos para evitar o surgimento das mesmas.

  • Retirar a camada superficial, com material orgânico, do solo;
  • Compactar o solo solto abaixo da laje;
  • Adequar o subsolo para drenagem adequada;
  • Projetar um pavimento de concreto com flexibilidade suficiente para suportar as cargas e movimentos calculados;
  • Adequar o processo de concretagem às condições climáticas;
  • Não sobrecarregara superfície de concreto;
  • Evitar condições de secagem rápida;
  • Use estrutura para quebrar ventos e cubra o concreto com estopa úmida;
  • Minimizar a presença da água na mistura e maximizar o uso de agregados de baixa contração.

Ondulações

Uma superfície de concreto pode sofrer com ondulações quando há mais encolhimento no fundo da estrutura após o endurecimento do concreto.

Ondulações no concreto

Um dos principais motivos das ondulações são a diferença da umidade e/ou temperatura entre o topo e o fundo da superfície. Alguns procedimentos básicos previnem a ondulação do concreto. Confira:

  • Utilizar as técnicas próprias de cura;
  • Posicionar as juntas de concreto adequadamente;
  • Cuidados com a quantidade de água na mistura ou utilizar aditivos que reduzem a quantidade do líquido;
  • Utilizar um agregado de grande porte;
  • Usar uma colagem apropriada ao aplicar misturas finas;
  • Utilizar quantidade suficiente – não excessivo – de aço na estrutura da laje;
  • Aplicar o concreto em um subgrau úmido, mas com capacidade de absorção, para que a drenagem da água não seja forçada para o topo da laje.

admin
Sobre o autor

E ai, o que você achou?

Deixe o seu comentário!