Home » Materiais » Como melhorar a organização do canteiro de obras?

Como melhorar a organização do canteiro de obras?


Manter um ambiente organizado e fluido no canteiro de obras é uma das principais preocupações metodológicas em qualquer processo de construção da engenharia civil.

Afinal, é nesse ambiente que acontece a obra em si e que proporciona a base para toda a operação. Um canteiro de obras bem planejado poderá proporcionar uma série de facilidades e benefícios durante toda execução da obra.

Mas para falar do canteiro de obras, nada mais justo que defini-lo antes de tudo. Confira a definição presente na Norma Regulamentadora 18/2013:

Área de trabalho fixa e temporária, onde se desenvolvem as operações de apoio e execução de uma obra.

Uma das principais preocupações de qualquer área de atuação é ser produtivo de forma sustentável tanto para o ambiente, como para os trabalhadores envolvidos e para a viabilização do negócio. Veja alguns dos principais benefícios de um bom canteiro de obras:

  • Minimização do desperdício de material e da geração de resíduos;
  • Permite a fácil e segura circulação para a equipe envolvida na obra;
  • Possibilita maior produtividade e minimiza custos;
  • Potencializa a lucratividade do projeto.

Planejamento e atenção às normas

Para criar um ambiente de trabalho adequado na obra, é necessário um planejamento minucioso para atender às várias etapas do processo. O projeto do canteiro deve prever desde o local de armazenamento de materiais e ferramentas, até alojamento, banheiros e vestiários e escritórios. Alguns empreendimentos podem até mesmo incluir um espaço de vendas.

O planejamento não deve somente prever as diferentes áreas, como também definir o arranjo de cada local para garantir conforto, segurança e deslocamentos menores. O layout é que definirá o local de cada material/equipamento e o como será o acesso dos trabalhadores, praticamente definindo o ritmo de produção.

A definição do canteiro será primordial em estabelecer os processos e os fluxos mais integrados e eficientes para a produtividade da obra. O equilíbrio de distância com organização e segurança pode garantir que a equipe da obra otimize seu tempo na produção de fato, reduzindo os deslocamentos.

Um canteiro bem planejado e com layout eficiente ainda reduz as perdas de materiais, otimiza as condições de trabalho, podendo melhorar até mesmo a motivação de toda a equipe.
Como manter um canteiro de obras organizado

Adequação durante a obra

Ainda no que tange ao planejamento e layout do canteiro, é importante que a estrutura montada seja flexível para cada momento da obra.

A facilidade de adaptação ou mudança de disposição dos ambientes é decisiva para que em todas as etapas da construção seja mantido um fluxo eficiente de obra. Se o local não permitir essas alterações modais, o planejamento inicial deve prever a melhor produtividade média, considerando cada etapa do projeto.

Atenção às normas

Para definir canteiro de obras, usamos a definição da Norma Regulamentadora 18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção. Essa NR estabelece as diretrizes administrativas para garantir organização e segurança nos processos no ambiente de trabalho na indústria da construção.

O setor também é regulado pela Norma Técnica (NBR) 1376, que abrange as áreas de vivência em canteiros de obra, que estabelecem os padrões mínimos para ambientação da equipe de trabalhadores e sua estrutura de apoio no canteiro.

As regulações foram feitas com foco no bem-estar dos trabalhadores e na qualidade final da obra, determinadas pelo Comitê Brasileiro da Construção Civil, vinculado à ABNT.

As normas visam criar um padrão, desde um ambiente seguro e confortável até às normas para a chegada e saída de caminhões, recebimento de materiais e todas as sinalizações necessárias.

Planejamento de estoque almoxarifado

O estoque é um dos pontos mais importantes de qualquer projeto da construção civil. O planejamento do canteiro deve prever não só a área, como uma estrutura adequada para depósito dos insumos e equipamentos utilizados, para proteger os materiais, facilitar o acesso e manuseio e reduzir as chances de perdas.

O depósito é um ponto chave, então sua localização no canteiro deve ser estratégica, com acesso rápido para todos os principais pontos de obra, seja de execução, seja à chegada de caminhões.

Além do posicionamento do estoque, seu layout interno também deve ser pensado para facilitar o acesso aos materiais mais usados e preservar sua integridade física, impedindo danos com quedas.

O controle de saída e entrada de material também é essencial para as operações do estoque. O modelo manual via papel é a cada dia mais substituído por sistemas digitais, mas veremos mais a seguir.

Controle de estoque – Inventário Rotativo

Com métodos digitais, muitas construtoras implementam um sistema de inventário rotativo em seus controles de estoque. Dessa forma, o gestor pode acompanhar todo o giro de material. O sistema rotativo implementa uma contagem diária randômica de alguns itens.

Assim, o processo de conferência é mais rápido, assim como a necessidade de intervenção no caso de números do sistema e o real não conferirem.

O acompanhamento digital pode gerar inteligência para a empresa, com informações do que é mais utilizado ou onde há mais perdas. Isso pode definir mudanças e aperfeiçoamentos futuros nos processos da construtora. O controle constante também garante mais segurança durante todo o projeto.

Planejamento de compras e logística de entrega

Como melhorar a organização do canteiro de obras
A estrutura do canteiro impacta diretamente no planejamento logístico, principalmente no fluxo de entregas. Um espaço reduzido para estoque na obra poderá exigir que os fornecedores façam entregas constantes de materiais utilizados na obra conforme utilização – basicamente uma aplicação da metodologia just in time.

Independente das limitações locais, toda obra deve ter um profissional responsável pela gestão dos materiais, seu recebimento, disposição e o momento em que devem chegar ao canteiro.

Com o planejamento de logística, é possível realizar uma programação de compras precisa para cada etapa, com o processo totalmente contextualizado à estrutura física do canteiro. Assim, materiais chegam apenas próximos de sua utilização. Isso evita uma sobrecarga do estoque e avarias que poderiam acontecer no ambiente da obra.

Logística interna

Além da logística de compras, entregas e armazenamento, a circulação interna é um importante fator ao se planejar um canteiro de obras. O layout deve permitir que a circulação interna seja mínima e fácil, o que reduz o nível de perda de equipamentos e materiais em transporte, diminui os deslocamentos e otimiza o tempo da equipe em execução de fato do projeto.

Como o deslocamento das pessoas e dos materiais é um indicador chave de produtividade, a planejamento deve antever essa logística e preparar localização e corredores apropriados para todo esse fluxo. Ele deve prever quais equipamentos de transporte, vertical ou horizontais, são mais indicados para a área disponível, a dinâmica da obra e a natureza dos materiais usados.

Essas foram algumas dicas para você planejar um canteiro de obras adequado para sua obra. Acompanhe o Blog da Atex e confira artigos e novidades para você otimizar suas operações e conhecer novas soluções para obras mais eficientes.

admin
Sobre o autor

E ai, o que você achou?

Deixe o seu comentário!