Home » Sustentabilidade » 5 formas para tornar sua obra mais sustentável com as lajes nervuradas

5 formas para tornar sua obra mais sustentável com as lajes nervuradas


Aqui no Blog da Atex, falamos constantemente sobre os benefícios que a execução de lajes nervuradas garante aos projetos. Destacamos as vantagens competitivas do processo, como a capacidade de reduzir de forma aguda o consumo de concreto e aço e de vencer vãos maiores com uma estrutura mais leve, que gera ambientes inovadores e atraentes.

O projeto de um mundo mais sustentável pede a redução do desmatamento e das emissões de gases poluentes e responsáveis pelo aquecimento global, o controle dos impactos ambientais e o constante debate, difusão do conhecimento e conscientização dos mais diversos setores da sociedade.

A engenharia civil não está alheia ao esforço contemporâneo e praticamente global pelo desenvolvimento sustentável. Isso é visto no desenvolvimento e aplicação de novos materiais e, principalmente, na inovação em processos e práticas que tornem a execução de projetos mais ambientalmente correta, mantendo sua competitividade econômica e primor técnico.

Obra sustentável com laje nervurada 01

O processo de construção de lajes nervuradas está de acordo com está inserido nesse contexto mundial. Veja X razões que mostram que essa estrutura pode tornar seus projetos mais sustentáveis:

1 – Redução do uso de madeira

As fôrmas utilizadas em concretagem de laje que tem o formato autoportante e são instaladas sobre réguas guias, dispensando o uso de compensados de madeira.

Nos mais de 45 milhões de metros quadrados em laje executados pela Atex, o uso das fôrmas foi responsável por evitar o corte de mais de 3,1 milhões de árvores de 5 metros de altura.

2 – Até 40% de redução do uso de concreto e aço

O uso das lajes nervuradas, como já dito acima no texto, possibilita uma redução drástica no uso de insumos como concreto e aço, com maior economia e sustentabilidade. Isso porque esse tipo de laje retira o concreto sem função estrutural, tornando a estrutura mais leve e o processo mais eficiente.

Por ter altura maior – e, dessa forma, maior inércia – os projetos com laje nervurada têm resistência e desempenho maior que as lajes maciças convencionais.
Obra sustentável com laje nervurada 02

3 – Redução das fundações

Com o menor uso de aço e concreto, o peso total de uma edificação com laje nervurada é pelo menos 15% mais leve. Dessa forma, não somente os custos de escavação e fundação da edificação ficam proporcionalmente reduzidos, como a quantidade de material nesses processos também é reduzida, proporcionando menor impacto.

4 – Reutilização das fôrmas

O quão maior for a capacidade das fôrmas, maior será também a possibilidade de reutilização.

As fôrmas fabricadas e utilizadas pela Atex são produzidas com resinas de polipropileno de alta qualidade. Assim, elas podem ser usadas várias vezes, em uma pluralidade de projetos. Quando elas chegam ao final de sua vida útil, são reaproveitadas e transformadas em espaçadores, sem gerar resíduos ao ambiente.

5 – Sustentabilidade Ambiental

A fôrmas Atex são autoportantes e dispensam a necessidade de assoalhar. Logo, não se utiliza madeira nas partes moldadas pelas fôrmas Atex. Inertes também não ficam perdidos na laje. Todo este processo tecnológico resulta em menor consumo de energia e redução na emissão de CO2.

admin
Sobre o autor

E ai, o que você achou?

Deixe o seu comentário!