Home » Design e Arquitetura » Como a Construção Civil está sempre superando crises?

Como a Construção Civil está sempre superando crises?


Toda a população mundial está passando por momentos difíceis e extremamente novos, não só no campo da saúde, mas, também, no campo econômico. A pandemia do novo coronavírus afeta diretamente a todas as empresas e profissões que sofrem as influências da interrupção do crescimento econômico brasileiro. Isso não deixa de fora quem está inserido no mercado da Construção Civil.

É importante que em um momento como esse, de tantas mudanças e novidades, nós, profissionais da área, entendamos como a pandemia afeta o nosso mercado e como é possível superar essa adversidade. Afinal, como vamos mostrar neste artigo, a construção civil já superou outros momentos de dificuldade e através da inovação, se reergueu.

 

Os impactos do coronavírus na construção civil

Antes de entrarmos na discussão de métodos para superar a crise, precisamos entender como o coronavírus impacta a construção civil.

Precisamos pensar no nosso mercado como um organismo amplo, que envolve além dos próprios profissionais da área, muitos outros de áreas diversas. Então, é necessário compreender que os problemas vêm de muitos outras setores.

O mercado imobiliário, por exemplo, é um desses setores que afeta diretamente a construção civil. Lançamentos sendo adiados e a redução drástica de novos projetos acaba por atingir diretamente a construção civil brasileira. Projetos que já foram aprovados estão gerando custos até que as obras possam ser continuadas.

Além disso, a Construção Civil é uma das indústrias que mais gera empregos no Brasil. Em 2019 foi responsável por 1 a cada 5 vagas, segundo dados do CAGED. O setor corresponde a 6,2% do PIB brasileiro, o que demonstra a sua importância absoluta para a nossa economia.

É ainda muito cedo para especular com 100% de certeza qual será o futuro deste setor, mas o que se espera é que esses impactos poderão ser sentidos a longo e curto prazo. Por isso, precisamos estar atentos a como crises anteriores foram superadas e buscar a inspiração nessas histórias de sucesso.

A crise de 2014: o que foi feito?

Uma dessas histórias de superação foi a da crise que impactou a Construção Civil em 2014/2015 e durou por volta de 5 anos, até meados de 2019. A principal causa da queda do setor foi a crise econômica que afetou o PIB Brasileiro nestes dois anos.  Foi nesta data que o mercado da construção acendeu o alerta e começou a se preocupar com formas de se recuperar. Mas quais foram essas ideias que reergueram o mercado?

  • Uma preocupação especial com o orçamento: Analisar gastos um por um em todos os processos das obras teve uma importância alta na superação da crise. Diminuir despesas desnecessárias e entender onde é possível otimizar processos pode ajudar empresas a saírem da situação de risco.
  • Inovação é de extrema importância: O setor da construção civil no Brasil era um dos mercados mais conservadores do país. Inovar não era uma das suas prioridades até 2015. A partir daí, as novas ideias começaram a ser valorizadas, desde a diversificação dos modelos de negócios e tipos de projetos com imóveis menores, até o investimento em aplicativos e novas tecnologias para a engenharia. Sempre pense por outro ângulo os problemas que uma crise te faz enfrentar.
  • Soluções que contribuem para processos mais econômicos: Outro investimento necessário foi em métodos construtivos para realizar obras mais rápidas, baratas e com menos necessidade de mão de obra especializada.

O mercado da Construção Civil voltou a crescer no fim de 2018 após 4 anos, se recuperando ainda que parcialmente da crise. Mas não apenas com a ajuda de uma ou duas empresas do ramo. É necessário conscientizar todos que fazem parte da área e aprender com o que aconteceu no passado.

É importante sempre buscar a inovação

A primeira lição que podemos retirar da crise de 2014 e sua superação é que o mercado da construção civil precisa inovar.

Pense em outras formas de utilizar o seu talento, o seu produto e o seu mercado para criar novas soluções. Invista em novas ideias e em modelos construtivos mais econômicos e produtivos. Formas que podem ter mais qualidade e otimizar não apenas as suas obras, mas toda a estrutura do mercado. Além disso, aplique essa dica não só enquanto a pandemia estiver ocorrendo, mas a longo prazo.

É época de olhar para as suas próprias estruturas

Por fim, lembre-se que é preciso olhar para os nossos próprios processos antes de tudo. Revise gastos, veja o que pode ser otimizado e planeje a melhor forma de enfrentar a situação quando tudo passar. Entender nossa situação e observar nossas próprias estruturas e processos é uma das melhores formas para superar qualquer crise.

A Atex vem pesquisando e desenvolvendo soluções mais econômicas e ágeis para ajudar a modernizar a Construção Civil. Ajudamos as empresas a superarem a crise de 2014 e vamos ajudar superar os efeitos da pandemia para tornar a Construção Civil brasileira cada vez mais forte e construir um Brasil cada vez melhor juntos!

admin
Sobre o autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.