Home » Design e Arquitetura » O legado de I. M. Pei pelo mundo

O legado de I. M. Pei pelo mundo


Na semana passada, a arquitetura perdeu um de seus grandes pilares, o famoso arquiteto modernista Ieoh Ming Pei. Ele criou obras incríveis e, algumas delas, contam com a presença de laje nervurada em sua estrutura, como já vimos aqui em nosso blog.

Foto de I. M. Pei em frente da Pirâmide do Louvre

I. M. Pei em frente da Pirâmide do Louvre (Pierre Gleizes/AP)

Os traços dos projetos de I. M. Pei eram notáveis. Eles traziam consigo uma composição perfeita de formas geométricas simples como quadrados, triângulos e círculos. Sua inspiração vem do grandioso Le Corbusier.

Nascido em 1917 em Guangzhou, na China, I. M. Pei mudou-se para os Estados Unidos em 1935 para estudar. Sua jornada começou na Universidade da Pensilvânia, passando também por Massachusetts Institute of Technology e por Havard Graduate School of Design.  

Aos 31 anos, o arquiteto sino-americano tornou-se diretor de arquitetura na Webb & Knapp – desenvolvedora do Aeródromo Roosevelt. Nesse período, ele desenvolveu projetos em diversas cidades como Chicago, Filadélfia, Washington, Pittsburgh entre outras.

Em 1955, ele abriu sua própria empresa, a IM Pei & Associates, que mais tarde ganhou o nome de IM Pei & Partners e, por fim, foi renomeada como Pei Cobb Freed and Partners.

Sua marca ganhou mais destaque com a conquista do Architectural Firm Award de 1968 –  organizado pelo American Institute of Architects (AIA). A premiação homenageia escritórios de arquitetura que, durante pelo menos uma década, apresentam projetos notórios.

Já em 1979, o American Institute of Architects (AIA) concedeu a Pei outra premiação, uma Medalha de Ouro, em reconhecimento a seus projetos arquitetônicos com importante influência teórica e prática para a arquitetura.

E graças a sua contribuição para a sociedade, em 1983, Pei foi homenageado com o Pritzker – uma das maiores honrarias da arquitetura. O valor recebido por ele na premiação foi destinado a um fundo de incentivo para jovens chineses que queiram seguir o mesmo percurso, ajudando-os a ingressar no universo da arquitetura.

Em 2009, mais um título entrou para sua galeria de troféus: a Medalha de Ouro do Royal Institute of British Architects (RIBA) – homenagem facultada em nome da monarquia britânica.

I. M. Pei recebeu a medalha de ouro do Royal Institute of British Architects

I. M. Pei na premiação do Royal Institute of British Architects

Em reconhecimento às suas obras espalhadas pelos 5 continentes do mundo, também foi concedido a I. M. Pei o mais alto título da União Internacional dos Arquitetos.

Agora que já conhecemos um pouco mais sobre a história desse aclamado arquiteto, vamos falar sobre as contribuições dignas de tantos reconhecimentos na área e que marcaram o legado do I. M. Pei.

Conheça 5 projetos inspiradores de I. M. Pei

A Pirâmide do Louvre

Laje nervurada pelo mundo: Museu do Louvre

Os traços de Pei também estão presentes em uma das maiores obras arquitetônicas do século XX, a Pirâmide do Museu do Louvre, em Paris, na França.

As obras para revitalização tinham como objetivo principal otimizar o fluxo de visitantes, mas, no fim, acabaram dando origem a uma grande atração que proporciona uma nova experiência.

A pirâmide passou a ser a entrada principal do Louvre e as novas alas permitiram expandir o acervo do museu e a quantidade de obras em exibição.

Museu da Arte Islâmica

Foto das lajes nervuradas na parte interna do Museu de Arte Islâmica no Catar - Obra de I. M. Pei

Ângulos retos nos contornos externos e linhas circulares em suas lajes nervuradas. Essas são apenas duas características marcantes do Museu da Arte Islâmica, em Doha (Catar), mais um projeto de I. M. Pei.

Para desenvolver essa obra, o arquiteto teve inspiração no Sabil da Mesquita de Ibn Tulun, na cidade do Cairo, no Egito. Tal influência se apresenta na junção das formas complexas, existente em muitos monumentos islâmicos, a linhas e ângulos bem definidos e, de certa forma, simples como o do Sabil originários do século XIII.

Museu Suzhou

Fachada do Museu Suzhou - obra de I. M. Pei

Situado na parte nordeste de um bairro histórico de Suzhou, cidade natal de I. M. Pei, está a obra mais recente do arquiteto: O Museu Suzhou.

O projeto apresenta os traços modernistas, mas sem perder a essência da arquitetura tradicional da cidade. Sendo assim, a composição do museu traz os típicos elementos geométricos de Pei – triângulos, quadrados e retângulos – harmonizados com paredes brancas, azulejos em tonalidade escura e um belo jardim.

JFK Presidential Library

Área interna do JFK Presidential Library

A biblioteca Presidencial de JFK, inaugurado em 1979, em Boston (Massachusetts – EUA) é mais uma das obras em destaque do I. M. Pei.

O prédio aplica as formas simplistas, características do arquiteto, à uma estrutura robusta construída em concreto, aço e vidro.

National Gallery of Art

Fachada da Galeria National de Arte de Washigton

I. M. Pei também foi responsável pelo projeto da ala oeste da Galeria Nacional de Artes, localizada em Washigton (EUA), em 1978.

Essa obra teve dois aspectos considerados desafiantes para a arquitetura do projeto: sua forma e função. As delimitações do espaço onde seria construído o edifício não eram favoráveis, assim como as restrições impostas pela criação de uma rota de acesso para o presidente.

Rock and Roll Hall of Fame and Museum

Rock and Roll Hall of Fame and Museum

Em Cleveland (Ohio – EUA), Ieoh Ming Pei também deixou sua história registrada. Dessa vez, no Rock and Roll Hall of Fame and Museum.

Nesse projeto exuberante, Pei também incrementou os elementos básicos do seu estilo. O resultado dessa composição é como uma bela melodia para os olhos.

Como vimos, o legado de Pei nos presenteou com incríveis projetos arquitetônicos. Sua contribuição vai além dos espaços físicos construídos, ele se expande para proporcionar uma experiência diferente as pessoas que entram em contato com suas obras. Uma verdadeira colaboração para o universo cultural e para a sociedade.

___________________________________________________________________

É realmente apaixonante conhecer a trajetória de grandes ícones como I. M. Pei.  Se você também se inspirou com essas obras fantásticas, fique atento ao nosso blog. Todo mês disponibilizamos conteúdos que apresentam projetos arquitetônicos incríveis espalhados pelo mundo.

admin
Sobre o autor
  1. Aurelio Franceschi disse:

    Great

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.