Home » Laje » Qual a diferença entre laje nervurada e laje grelha?

Qual a diferença entre laje nervurada e laje grelha?


Como especialistas em soluções para lajes, é nosso dever tirar todos os tipos de dúvidas que possam surgir sobre as diferentes técnicas, metodologia, materiais e nomenclaturas envolvidas no processo seletivo para laje nervurada. E como forma de disseminar conhecimento sobre obras, hoje vamos tentar entender as diferenças entre a laje nervurada e a laje grelha.

Para tirar essa dúvida, vamos revisitar alguns conceitos básicos. Uma laje, nada mais é que uma estrutura horizontal plana que visa dar cobertura ou forrar uma edificação. Elas dividem os pavimentos do projeto, sendo apoiadas em elementos de sustentação vertical, como pilares ou paredes (mas também podem ser diretamente apoiadas em vigas horizontais).

Tendo uma breve definição de laje, podemos falar um pouco mais detalhadamente do tema de hoje.

Laje Nervurada

Seguindo a definição da norma da ABNT/NBR 6118 de 2003, as lajes nervuradas podem ser conceituadas como “lajes moldadas no local ou com nervuras pré-moldadas, cuja zona de tração é constituída por nervuras entre as quais pode ser colocado material inerte”.

As nervuras, regiões rebaixadas da estrutura nas quais passam a armadura de aço, são solidarizadas pela mesa, uma superfície lisa de concreto que cobre as nervuras.

Laje Nervurada na Atmos Capital

O grande destaque visual da laje nervurada em comparação com a maciça é a existência do espaço vazio na região entre as nervuras, criadas pelas fôrmas instaladas sobre as escoras antes da concretagem. Esse espaço vazio garante uma obra mais leve, com redução de materiais (notoriamente aço e concreto) e de custos.

E o melhor, não há perda de desempenho, já que o concreto eliminado entre as nervuras não teria função estrutural. É por esse bom desempenho que a laje nervurada é uma solução comum em locais que demandam grandes vão livres, como estacionamentos, locais abertos e ambientes artísticos, por exemplo em teatros e museus.

Existem vários tipos de laje nervurada. Elas podem ser moldadas na obra ou pré-moldadas. Algumas cobrem a área entre as nervuras com material inerte, como isopor. O método com maior adesão do mercado atualmente são as moldadas em fôrmas reutilizáveis. Nesse método, ainda se diferencia as lajes em bidirecionais ou unidirecionais.

Laje Grelha

A laje grelha é um tipo de laje com estrutura muito similar à nervurada. Ela também é constituída por nervuras, que resistem aos esforços de tração, e uma mesa-alma que resiste às forças de compressão.

A diferença está em um aspecto muito pontual – a distância entre os eixos de nervura.

Enquanto as lajes nervuradas contam com uma distância menor, geralmente abaixo de 100 cm, a laje é chamada de grelha quando o espaçamento entre as vigas é maior que 110 cm, segundo à Norma NBR6118/2003 – Projeto de Estruturas de Concreto. As grelhas podem ser produzidas em aço, concreto armado ou protendido.

O piso pode ou não ser colaborante na resistência das grelhas. Essa independência entre as duas partes dá mais espaço para experimentações arquitetônicas, como a criação de domos ou de pisos de vidro.

 

Washington Metro em Laje Grelha

Como exemplo de projeto desse tipo, temos o Washington Metro, já tratado aqui no blog. Sobre as nervuras da estrutura, podemos perceber diferentes materiais que criam uma estética experimental ao projeto.

admin
Sobre o autor
  1. IVAIR PASQUALI disse:

    ENGº PROJETISTA GOSTARIA DE RECEBER MATERIAL COM INFORMAÇÕES. GRATO

  2. Ronaldo Rodrigues disse:

    Excelente matéria

  3. Carlosneric9@gemail.com disse:

    Como calcular quantos sacos de cimemto pir m2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.